Ele começou a gravar da fresta da porta quando chegou

Era uma manhã de sábado tranquila, eu tinha acabado de tomar banho e estava esperando o boy chegar na minha casa. Ele estava atrasado e eu estava com tanto tesão que não queria que ele perdesse tempo, eu estava precisando muito dele, sedenta, precisando gozar urgentemente. Decidi deitar na cama pelada depois do banho enquanto o aguardava. Eu estava pegando fogo, louca pra chupar aquele pau gostoso e sentir ele todinho dentro de mim. Minutos se passaram e nada da visita tão esperada… eis que tive uma ideia. Peguei meu celular e abri um dos nossos tantos vídeos safados, escolhi um em que eu faço um boquete gostoso, que me da muito tesão só de lembrar… abri o vídeo e fiquei molhada na hora… não vendo a hora dele chegar, percorri a mão pelo meu corpo imaginando seu toque e comecei a me tocar vendo o vídeo gostoso que fizemos.

Meu tesão era tanto que em 3 minutos eu já estava quase gozando, estava totalmente extasiada e distraída do mundo afora quando percebi que fui pega no flagra. Ele havia chegado e me observava. Não sei há quanto tempo ele estava lá, não sei o quanto ele me assistiu, mas quando percebi, ele entrou porta a dentro com um volume enorme aparente sob a calça jeans, ele se aproximou de mim e ainda de pé abriu o zíper da calça. Maldita calça, tira logo isso, pensei.

Aquele pau enorme e duro se projetou na minha frente e minha boca salivou, bem, não foi só a boca. Ainda na cama, me inclinei na frente daquele pau gostoso e foi como se minha imaginação ganhasse vida. Não queria mais nada além de sentir cada centímetro do pau dele na minha boca. Grosso, duro, enorme. Babei bem o pau dele e chupei como se fosse minha refeição favorita. E é.

Ele gemia de tesão e eu ficava mais molhada. Então ele me puxou com as pernas para cima na ponta da cama e, totalmente exposta, ele começou a esfregar o pau dele na minha buceta encharcada, brincou com meu clitóris e eu implorava mentalmente para me penetrar, quando finalmente ele me preencheu. Meu corpo todo pegava fogo e minha buceta se contraiu, eu sentia cada entra e sai querendo cada vez mais. Comecei a me tocar ao mesmo tempo, apertando meu clitóris e fazendo movimentos circulares, sentia meus dedos fazendo pressão no pau dele também enquanto me tocava e ele metia gostoso. Os dois gemiam muito de prazer e então eu explodi de tesão. Uma explosão, só isso define. Meu corpo inteiro tremeu, minha buceta apertou tanto o pau dele enquanto eu gozava que eu gritei, mas não ouvi minha própria voz. Acho que perdi minha audição por um momento, parecia que todos meus sentidos tinham deixado espaço para somente aquela sensação tomar conta.

Eu mal tinha retomado os sentidos do meu corpo quando ele me colocou de 4, e de novo senti aquela estocada forte dentro de mim. Com meu peito na cama e a bunda bem empinada ele continuou comendo minha buceta gozada, ouvir o gemido dele quase gozando me deixou louca. Aquela onda de fervor voltou a tomar conta do meu corpo e o pau dele começou a latejar de tão duro, ele estava totalmente no controle e quase gozando, quando toquei novamente meu clitóris enquanto ele me comia e então explodimos juntos de tesão, ele meteu fundo e gemeu alto e eu também. Gozamos juntos. Gozamos tanto e tão intenso que ficamos alguns minutos parados depois de terminar, esperando as pernas retomarem suas funções para podermos nos mexer. O mundo foi voltando a nossa volta, e então eu virei e olhei para ele e disse: bom dia! 

Isso parece um conto, mas foi real e posso provar. Assine o premium e veja o vídeo completo dessa história incrivelmente quente!

Gostou do conteúdo?

Compartilhe nas redes sociais

3 respostas

  1. Para o primeiro conto, sua forma de expressão muito me agradou. Espero poder ler mais. Escreva… jogue sobre os leitores toda emoção e estimule a nossa imaginação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Quer ver conteúdos exclusivos?

Assine já um plano mensal

Veja também

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso. Ao clicar em ACEITO ou continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

AVISO LEGAL

Para acessar esse site você precisa ser maior de 18 anos.